Pages

sábado, 27 de março de 2010

MERITOCRACIA


Reconhecimento é a palavra de ordem em muitas organizações, que, para manter seus funcionários motivados e satisfeitos, usam recursos financeiros como meio de recompensa. E a bonificação ou promoção baseada no merecimento tornou-se usual na maioria das empresas, onde as habilidades, a inteligência e o esforço, são o termômetro para "ranquear" os funcionários, permitindo aumentos salariais e/ou promoções.

Essa semana, depois de receber um e-mail criticando indiretamente a minha atuação na empresa, fiquei surpreso ao ser contemplado com um aumento de salário por mérito, que segundo meu superior, deve-se a minha atuação com bons resultados e comprometimento.

Essa situação toda me fez parar para pensar em muitas coisas e como não poderia ser diferente, Deus usou tudo isso para falar ao meu coração - adoro quando Deus faz a sua palavra sair do papel e ter vida em nós - é como se recebessemos seu sopro do fôlego de vida novamente.

"Sabe, pois, que não é por causa da tua justiça que o Senhor, teu Deus, te dá esta boa terra para possuí-la, pois tu és povo rebelde e obstinado." - Deuteronômio 9:6

Durante toda a história bíblica, vemos duas forças em jogo - o mérito e a graça - O povo de Israel, recebeu leis, estatutos e mandamentos para os cumprir, e assim, alcançar o favor de Deus e suas bênçãos e na maioria das vezes o descumprimento de uma das leis acarretava em maldições e morte. Por muito tempo fomos ensinados que só recebemos algo de Deus, se fizermos por merecer e, se isso for verdade, Deus atua por meritocracia.

Se Deus atua por meritocracia, gostaria de saber quais os critérios que Ele utiliza. É muito claro que durante toda essa história, ele favoreceu gente que consideraríamos indignas: Abraão e Sara, além de estéreis eram parentes e Abraão ainda traiu sua esposa com a empregada tendo um filho com ela; Moisés assassinou um egípcio e fugiu para não ser preso; O rei Davi além de adúltero, mandou matar o marido da mulher deflorada, e a lista de pessoas sem mérito favorecidas por Deus, é realmente grande.

Toda essa confusão entre mérito e graça, é desfeita quando passamos a entender o amor de Deus, do qual alguém escreveu "encobre a multidão de pecados". Deus arquitetou um plano perfeito para que todos fossem merecedores, mesmo aqueles que não possuem nenhuma qualidade aos nossos olhos, parafraseando Antoine De Saint-Exupéry: "O amor verdadeiro começa lá onde não se espera mais nada em troca" e inda "Os olhos são cegos, é preciso ver com o coração".

Deus declara pela justiça da Lei que "não há justo, nem um sequer, não há quem entenda, não há quem faça o bem, não há nenhum sequer", e assim Ele afirma: "todos pecaram" e só o que nos resta é a sua Graça, que se manifestou através do amor em Jesus Cristo, que morreu por nossos pecados e nos declarou merecedores da aceitação do Pai – todos temos mérito – através da fé em Jesus Cristo.

“Porque pela Graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para quem ninguém se glorie.” – Efésios 2:8-9

Aquelas listas imensas de leis que caracterizavam pecados, não mais pesa sobre nossos ombros - pecados de omissão, pecados de morte, pecados abomináveis - não são mais critérios para dizer quem merece ou não o favor de Deus, o critério agora é outro – porque onde abundou o pecado, SUPERABUNDOU a graça.

O sistema desde mundo nos cobra conhecimento, habilidades e atitudes, nos diz que precisamos ser melhores que os outros, tornando a competitividade o grito de guerra para quem quer alcançar um lugar ao sol, porém, no Reino de Deus, as coisas são diferentes, todos são merecedores.

Entenda hoje, seu valor não está na sua força, naquilo que pode conquistar, realizar e nem em sua beleza exterior, e sim, está na cruz de Cristo, que conquistou vida para todos, através de sua morte.

Muitas vezes também somos tomados por essa vontade de julgar quem é merecedor ou não, porém nosso julgamento é limitado, baseado apenas em meias verdades. Deus disse ao Profeta e Sacerdote Samuel: Não se prenda as habilidades exteriores (...) O Senhor não vê como vê o homem. O homem vê o exterior, porém, o Senhor, o coração.

Nada que possamos fazer de bom ou ruim mudará isso: DEUS DIZ QUE VOCÊ É MERECEDOR.

Pense nisso!


Citações de Antoine De Saint-Exupéry nos livros “Cidadela” e “O Pequeno Príncipe”.

4 comentários:

  1. Excelente texto. Concordo e revejo alguns comportamento sociais; a ganância, o querer chegar mais e mais longe... Para que serve esta corrida louca? Para se dar valor ás coisas, talvez seja preciso sentir a falta delas...
    ou então ter consciencia disso e estar agradecido por as ter...

    ResponderExcluir
  2. Primeiramente ao adentrar nesta página reconheço seu valor e a importância de seu autor(a) para a nobre causa do Senhor Jesus Cristo.
    Dito isso, quero convidar você que está lendo estas minhas palavras, a prestar um pouco mais de atenção as revelações do Espírito Santo Verdadeiro em nossos dias.
    Por se tratar de um assunto de interesse universal, pediria sua amável atenção, em uma breve, mais com certeza, produtiva visita ao nosso blog, onde estão depositadas Revelações do Senhor Jesus Cristo, para as quais peço encarecidamente que nos ajude a divulgar. Pois estamos vivenciando um memento muito sensível da palavra profética. Desde já suplico as bênçãos do Pai, do Filho e do Espírito Santo Verdadeiro sobre todo aquele que atender esse nosso chamado em nome do Senhor Jesus Cristo. Clique em martins111 - João Joaquim Martins. OU http://joaorevela.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Quando se lê a Bíblia, fica bem claro que todos podem se chegar a Deus, sejam judeus, gentios, negros, brancos, índios, ocidentais e orientas, heteros e gays, ricos e pobres, feios e bonitos, famosos e anonimos. O incrivel é que existem varias igrejas que acreditam que é necessario fazer rituais, dar muito dinheiro e bens ao pastor, suar muito pra conseguir o olhar de Deus. Tudo em vão. Isso não é necessário, Deus não funciona assim, é como o seu texto diz David, que é pela graça, pela fé em Cristo...mas já tou escrevendo demais, melhor parar por aqui, rsrsrs...
    so uma observação, acho que no 7º paragrafo ce escreveu "inda" acho que seria "ainda", bobagem minha ficar notando essas coisas, eu sou pessimo pra escrever e ainda quero corrigir, kkkkk, bj.

    ResponderExcluir
  4. É queridos precisamos passar pela avaliação de Deus e não pela dos homens, cada dia mais aprendendo com a Palavra e no dia-a-dia que o Senhor é a nossa Justiça!

    Deus vos abençoe!

    ResponderExcluir

Concorde, argumente, discorde. Expressar a opinião, está bem longe de ataques pessoais a quem você não conhece. Seja educado e seu comentário será ativado.